Pão 100% integral

Nosso pão 100% integral é o queridinho de quem faz dieta e o mais indicado pelos nossos amigos nutricionistas. Seu índice glicêmico (IG) é o mais baixo dentre nossos pães, isso significa que ele será absorvido mais lentamente pelo organismo, mantendo os níveis de açúcar no sangue equilibrados, sendo interessantes para quem deseja manter ou perder peso e para o controle da diabetes.
A farinha que utilizamos é de alta qualidade, rica em minerais por possuir todos os fragmentos das camadas externas do grão de trigo. O pão fica extremamente aromático, úmido, macio, além de uma bela coloração mais escura.

Nossas farinhas são produzidas com trigo CRC (Cultura Sustentável Controlada), selo que visa à preservação da saúde do consumidor, ao respeito ao meio ambiente, à biodiversidade e à qualidade da panificação artesanal. São certificadas pelo Ministério da Agricultura francesa.
No início, este selo foi criado para a alimentação infantil e preservar antes de tudo a saúde do consumidor. É a garantia que os trigos foram produzidos respeitando o meio ambiente e a biodiversidade. Escolha de sementes adaptadas, selecionadas pela qualidade para a panificação artesanal. Este trigo é produzido segundo um caderno de especificações rigoroso:

  • Grãos com teor de contaminantes reduzidos.
  • Campos protegidos de qualquer fonte de poluição.
  • Armazenamento 100% sem pesticidas ou outras fontes químicas.
  • Campos protegidos de qualquer fonte de poluição: das grandes estradas, das fábricas, aeroportos.
    Os grãos são armazenados sem pesticidas. A garantia do respeito das exigências CRC é verificada por um plano de controles e análises rigorosas a través de um órgão de certificação independente.

BENEFÍCIOS:

Tem menor índice glicêmico: “Os ácidos diminuem a velocidade com que a glicose é liberada na corrente sanguínea e diminuem o índice glicêmico do pão (IG), de forma que não causam picos indesejáveis ​​de insulina”, segundo informações do The Guardian. Assim, o de fermentação natural é uma melhor alternativa para os diabéticos por apresentar menor índice glicêmico.

É menos propenso a gerar intolerância alimentar: a matéria do The Guardian apontou que os ácidos presentes nos pães de fermentação natural tornam o glúten da farinha mais digerível, dificultando a possibilidade de intolerância alimentar. O pão tradicional pode causar dificuldades gástricas. Isso está associado ao fato de ser um pão extremamente industrializado, que recorre à fermentação química. Neste caso, não há tempo de fermentação suficiente para que as leveduras realizem a pré-digestão do glúten. E é muitas vezes daqui que pode surgir a sensibilidade ao glúten.

Melhor textura e sabor: segundo informações de estudos, o sourdough, fermento natural, possui uma série de efeitos, como é capaz de trazer melhor firmeza, textura e sabor do pão graças às bactérias ácido-lácticas, e às leveduras naturalmente presentes na massa fermentada.
Envelhecimento mais demorado: esses estudos mostram que há uma maior resistência à deterioração microbiana – interferindo em um envelhecimento mais lento do pão realizado com fermentação natural.

Mais nutritivo do que o pão convencional: um artigo da revista Food Microbiology mostrou que a fermentação natural influencia na melhora das propriedades e na disponibilidade de fibras alimentares, e fitoquímicos. Além disso, pode aumentar a absorção de minerais, com a capacidade de produzir novos nutrientes.

Possui antioxidantes: estudos verificam que as bactérias do ácido lático têm a capacidade de liberar antioxidantes durante a fermentação.

Colabora para a digestão: os prebióticos da massa fermentada e as propriedades de probióticos fazem com que o consumo desse tipo de pão ajude a melhorar a saúde intestinal, como aborda um artigo da revista Drug Discovery Today.